images-_1_-1-831x250

Ilha do Porto Santo ūüáĶūüáĻ

Ilha do Porto Santo ūüáĶūüáĻ

fonte-da-areia

A Ilha do Porto Santo foi a primeira¬†descoberta¬†pelos portugueses durante as Grandes Navega√ß√Ķes, em 1418.¬†Assim como a Ilha da Madeira, ela tamb√©m tem origem vulc√Ęnica.¬†Entretanto, suas¬†caracter√≠sticas naturais s√£o bem particulares.

Engana-se quem pensa que ilhas t√£o pr√≥ximas ‚Äď cerca de 50km ‚Äď tenham solos e paisagens iguais. A pequena ilha do Porto Santo √© pouco montanhosa, diferente da Madeira (que tem montanhas alt√≠ssimas). Para voc√™ ter uma ideia, uma de suas principais eleva√ß√Ķes ‚Äď o¬†Pico do Facho ‚Äď n√£o ultrapassa os 517 metros de altitude. Assim,¬†as nuvens de chuva praticamente n√£o param ali, deixando a¬†maior parte de sua superf√≠cie seca.

Contr√°rio da Madeira, a agricultura do Porto Santo n√£o √© um de seus¬†carros-chefe. Entretanto, h√° projetos bem interessantes para se conhecer por aqui, como a¬†produ√ß√£o de vinho¬†e a¬†agricultura org√Ęnica¬†(chamada de ‚Äúbiol√≥gica‚ÄĚ, em Portugal) de pequenos produtores.

Pequena em superfície, mas com uma praia imensa

S√£o somente 42km2 de superf√≠cie.¬†Trocando em mi√ļdos,¬†a Ilha do Porto Santo tem 11km de comprimento por 6km de largura. Por isso, dizem que √© imposs√≠vel se perder por aqui¬†rs.

De carro, de uma ponta a outra, você pode fazer em 20 minutos. Para dar a volta a ilha por suas vias principais são 40km. Mas é justamente isso que faz desta ilha tão mágica. Em pouco espaço percorrido, é possível ver paisagens contrastantes, provar sabores próprios e compreender as particularidades de sua população.

A começar por sua praia imensa, com 9km de extensão. Não é a toa que os madeirenses fazem suas férias por aqui, dedicando facilmente 10 dias a beira mar, somente para desfrutar da água azul-turquesa desse pedacinho de paraíso.

Para chegar ao Porto Santo, somente navio ou avi√£o

A forma mais fácil de chegar ao Porto Santo é de navio a partir da Ilha da Madeira. Diariamente, da marina do Funchal, parte o navio Lobo Marinho (da empresa Porto Santo Line) que faz esse percurso de 70km (entre marinas) em 2h30, aproximadamente. Conto aqui neste artigo como foi a nossa experiência.

De avião, sugiro apenas para quem parte do continente (pois voar entre as ilhas é bem caro, por conta das taxas aeroportuárias). Neste caso, quem faz a ligação direta entre Lisboa e a Ilha do Porto Santo é a TAP e a Azores Airlines, em 1h40 de voo, aproximadamente.

Segurança e qualidade de vida para a população local

Ao longo de toda a ilha vivem menos de 5 mil habitantes.¬†O Nuno, nosso guia da Lazermar, nos disse que todo mundo se conhece ‚Äď sobretudo as fam√≠lias que sempre viveram no Porto Santo. Isso faz com que o local n√£o seja somente um para√≠so natural, mas tamb√©m ofere√ßa¬†seguran√ßa e qualidade de vida para a popula√ß√£o.

A população, em sua maioria, trabalha diretamente ou indiretamente com o turismo. A pesca também é uma atividade comum, mas não necessariamente comercial.

 

Turismo como base da economia

Dos √ļltimos 20 anos para c√°, o turismo cresceu muito e permanece como a base da economia local, apesar da sazonalidade. S√£o diversos hot√©is (mais de 25 mil quartos dispon√≠veis), sobretudo¬†resorts, que recebem visitantes portugueses em temporada de f√©rias e tamb√©m de outras nacionalidades ao longo do resto do ano ‚Äď principalmente dinamarqueses, ingleses e alem√£es, que t√™m voos diretos a partir de seus pa√≠ses de origem.

A ilha recebe a sua maior base de visitantes entre os meses de maio e outubro ‚Äď principalmente fam√≠lias. Entretanto, j√° h√° projetos em andamento para o¬†alargamento dessa temporada, come√ßando em mar√ßo e seguindo at√© novembro.¬†N√≥s estivemos por l√° no fim do m√™s de mar√ßo e, apesar de n√£o ser √©poca para banhos de mar em virtude da temperatura, foi excelente para o percurso hist√≥rico e natural de 1 dia que fizemos.

Al√©m dos percursos guiados de carro e jeep para conhecer a hist√≥ria e a cultura da ilha do Porto Santo¬†‚Äď como aquele que n√≥s fizemos, e da praia ‚Äď claro, os viajantes v√™m tamb√©m em busca tamb√©m de¬†atividades aqu√°ticas¬†‚Ästcomo vela, canoagem, windsurf, kitesurf e mergulho, hipismo,¬†percursos a p√© (pelas chamadas ‚Äúveredas‚ÄĚ), asa-delta e parapente, ciclismo, t√™nis e golfe.

O ouro portosantense: sua areia dourada e terapêutica

A Ilha do Porto Santo também é conhecida popularmente como ilha dourada. Esse é um apelido antigo, primeiro referenciado a larga produção de trigo que teve em sua história, com 200 anos dessa agricultura (atualmente sem expressão em virtude do baixo índice de chuvas, mas ainda é possível ver os poucos moinhos que sobraram). Hoje, exaltado por outro ouro: o extenso areal de sua praia que não somente exibe seu amarelo vibrante, como também suas propriedades terapêuticas.

A areia do Porto Santo, formada há cerca de 35 mil anos, é fina, dourada e rica em minerais que funcionam como anti-inflamatórios naturais. A céu aberto e sem qualquer custo, há viajantes que se deslocam até lá somente para cobrir seu corpo na praia e sentir algum alívio, sobretudo para problemas relacionados ao reumatismo. Na areia estão sedimentos de antigos corais, conchas e ouriços do mar que formam e potencializam suas propriedades. Com o corpo coberto por essa areia quente, passamos a suar e, assim, liberamos naturalmente os minerais contidos nela para que possam ser absorvidos pela pele.

Para quem procura por tratamentos terapêuticos com suporte e acompanhamento, há também diversos SPAs e hotéis que mantém profissionais especializados unindo os benefícios dessa areia com a água da ilha, que tem bastante iodo.

Recursos naturais usados de forma inteligente

Est√° em andamento o projeto¬†Smart Fossil Free Island¬†que tem como objetivo fazer do Porto Santo a primeira ilha do mundo livre de combust√≠veis f√≥sseis, fazendo uso inteligente de seus recursos naturais e criando outras solu√ß√Ķes de mobilidade.¬†A come√ßar pela substitui√ß√£o gradativa dos transportes por ve√≠culos el√©tricos¬†‚Äď particulares e p√ļblicos -, a implementa√ß√£o das fontes de abastecimento e suporte dessas baterias e, claro, o aumento das ciclovias.

O clima da Ilha do Porto Santo é propício para a produção de energias renováveis, como o abastecimento por luz solar e a energia eólica. Assim, apesar de audacioso, esse projeto tem por objetivo ser um laboratório para a implementação da ideia em outros locais do mundo.

J√° o abastecimento de √°gua doce da ilha sempre foi uma preocupa√ß√£o, sobretudo pelo baixo √≠ndice de chuvas, que caiu ainda mais nas √ļltimas d√©cadas.¬†Assim, foi constru√≠da uma central para o cuidado e distribui√ß√£o da √°gua no Porto Santo que,¬†desde a d√©cada de 1980, utiliza somente a √°gua do mar no processo.¬†Essa √°gua, claro, passa por um processo de filtra√ß√£o mec√Ęnico chamado¬†dessaliniza√ß√£o, ou seja, a transforma√ß√£o da √°gua salgada em √°gua pot√°vel, para ent√£o ser distribu√≠da por toda a ilha.

Como a √°gua pot√°vel √© um recurso caro e limitado na ilha, a popula√ß√£o aprendeu a fazer seu uso de forma consciente. Em outros tempos, a falta de √°gua acontecia com maior frequ√™ncia, principalmente nos meses de ver√£o.¬†J√° a ‚Äú√°gua residual‚ÄĚ, proveniente dos esgotos, √© tratada e utilizada para a rega dos campos, por exemplo, pois n√£o seria poss√≠vel produzir tamanho volume tamb√©m para atividades como essa.¬†

Hoje, o Porto Santo tem capacidade para abastecer até 75 mil pessoas, com água potável, tratamento de esgotos e suporte de energia.

O dragoeiro é seu símbolo

Na bandeira do Porto Santo vemos uma √°rvore. Ela √© popularmente conhecida como¬†dragoeiro¬†(dracaena). Esta √© uma √°rvore t√≠pica da regi√£o, que existia em abund√Ęncia na √©poca dos Descobrimentos. Entretanto, ela n√£o foi preservada pelo homem de maneira correta,¬†sobretudo pela alta explora√ß√£o de sua seiva ao longo da hist√≥ria.

Hoje vemos um menor n√ļmero de dragoeiros ao longo da ilha, mas nenhum preservado em estado selvagem, infelizmente.

 

O Porto Santo também tem vinho!

 

Em um pa√≠s onde o vinho √© o¬†rei, confesso que¬†√© m√°gico viajar para uma ilha pequena, com um clima t√£o particular e se deparar com planta√ß√Ķes de uva. A Ilha do Porto Santo sempre produziu vinho, apesar de sua comercializa√ß√£o n√£o ser conhecida.

De acordo com a Secretaria Regional de Agricultura e Pescas, em 2017 eram pouco mais de 15 hectares de vinhas registrados. Mas nem todos os produtores s√£o certificados, por isso¬†a venda √© limitada e pequena.¬†√Č tamb√©m nesse contexto que¬†a experi√™ncia de visitar uma casa t√≠pica e conhecer um produtor √© encantador.

Muitas paisagens paradisíacas por metro quadrado

A Ilha do Porto Santo tem paisagens diversificadas em um curto percurso de carro. Ao longo do passeio que fizemos com o Nuno, paramos no¬†Miradouro das Flores¬†(com uma vista incr√≠vel sobre a praia e os ilh√©us); estivemos pertinho do¬†Ilh√©u da Cal, na¬†Ponta da Calheta, enquanto almo√ß√°vamos junto a praia; visitamos a¬†Quinta das Palmeiras¬†(um dos raros espa√ßos verdes da ilha, visto que ela √© mais seca e des√©rtica, que funciona como um jardim bot√Ęnico mantido pelo Sr. Carlos Manuel); vimos as impressionantes forma√ß√Ķes da¬†Pedreira do Pico Ana Ferreira¬†(esta, inclusive, recebe pequenos shows musicais ao longo do ano) e a¬†Fonte da Areia;¬†e o famoso¬†Miradouro da Portela.

 

NJ Advogados РAgende já sua consulta  clique aqui

 

Posts Relacionados

mundo

10 Países mais antigos do Mundo

Existem mais de duas centenas de¬†pa√≠ses¬†ao redor do globo, alguns muito recentes, outros com mais de 2 mil anos, mas qual ser√° o¬†pa√≠s mais antigo do mundo? Separamos uma lista imperd√≠vel com os pa√≠ses mais ‚Äúvelhinhos‚ÄĚ do mundo. Acompanhem conosco.

Saiba mais.
img-0435

Visitar Lagos, Algarve ‚Äď Guia e Roteiro com o melhor de Lagos

Lagos, histórica, cultural, despreocupada e animada. Venha daí connosco conhecer esta pérola do Algarve.

Lagos tem uma miríade de coisas para oferecer aos seus visitantes, principalmente para quem procura um destino que alia história e veraneio na perfeição. Tal simbiose não podia ficar em segredo muito tempo e, presentemente, Lagos é um dos destinos turísticos do Algarve mais populares, tanto para os portugueses como para os estrangeiros.

Saiba mais.